A vida é melhor de óculos

8% OFF PAGAMENTO POR PIX

Frete Grátis nas compras acima de R$149

Olá,Bem vindo!
Conta e pedidos
Cliente novo?Cadastre-se

Ir para Carrinho

Adicionado com sucesso!

As lentes divergentes são utilizadas para corrigir a visão de quem possui miopia. Isso porque esse distúrbio visual faz com que a imagem seja focalizada antes da retina, por isso, quem o tem não consegue enxergar nada que esteja longe, mas o que está perto é visto com nitidez. Dessa forma, os óculos com lentes divergentes irão “empurrar” o foco para trás de onde ele se forma, deixando-o normal.

Então, quando uma pessoa procura um médico oftalmologista queixando-se de estar vendo os objetos, que estão distantes dela, borrados são receitados óculos que tenham lentes com graus divergentes. Isso porque, ao passarem pelas lentes, os raios luminosos abrem-se como se fossem um leque, prolongando a formação do foco da visão até ele ocorrer em cima da retina, onde deveria estar naturalmente. Assim, após realizar os exames, o médico, com auxílio de aparelhos especiais para isso, calcula qual o grau de dioptria, que é a unidade de medida inversa ao da distância focal. No caso da miopia isso é negativo, já que o foco de visão ocorre antes de onde ele deveria estar.

Então, quanto maior é o grau das lentes divergentes, maior é a dificuldade que a pessoa possui para enxergar objetos de longe e mais distantes da retina as imagens se formam. Além disso, as lentes divergentes são mais espessas nas bordas do que no centro, o que lembra os fundos de garrafas. Dessa forma, vem daí a expressão: “fundo de garrafa” para os óculos com dioptrias negativas maiores. 

Outra utilidade que as lentes divergentes possuem é a de permitir que se possa enxergar quem está a frente da porta de uma residência. Assim, os chamados “olhos mágicos” são feitos com as lentes que prolongam o ponto focal e permitem a visão mais profunda do que ocorre em um corredor de prédio ou do lado de fora de uma residência, por exemplo.