A vida é melhor de óculos

10% OFF PAGAMENTO POR PIX

Frete Grátis nas compras acima de R$149

Olá,Bem vindo!
Conta e pedidos
Cliente novo?Cadastre-se

Ir para Carrinho

Adicionado com sucesso!

Utilizada como uma alternativa à cirurgia refrativa, as lentes convergentes, também conhecidas como “positivas” ou “convexas” possibilitam a correção da visão, seja por meio dos óculos, seja por meio das lentes de contato. Mas que correção é esta? Como as lentes convergentes atuam?

Diversas são as doenças oculares existentes, no entanto, as lentes convergentes se aplicam a correção da visão em uma deficiência específica chamada Hipermetropia. Tal mazela ocular consiste na existência do olho menor anatomicamente falando em relação ao tamanho considerado padrão. Neste caso, a imagem é produzida após a área da retina. Com consequência a visão de objetos próximos fica comprometida enquanto a visão de objetos longínquos é obtida com esforço excessivo. É aí que entram em ação as lentes convergentes. Elas atuarão efetivamente recolocando a formação da imagem sobre a retina, favorecendo maior nitidez à visão aliviando o cansaço ocular com seu sistema ótico que potencializa a visão.

Outro ponto positivo das lentes positivas é a diminuição de dores de cabeça, relacionadas diretamente com o cansaço e esforço da visão, e a correção do estrabismo, comum principalmente em crianças.

Todo mundo pode usar as lentes positivas?

Antes de lançar mão desta tecnologia, é preciso que se faça um diagnóstico preciso e caso seja confirmada a situação de doença ocular, no caso, a hipermetropia, você estará apto a utilizá-la. Alguns casos são reparados com o uso dos óculos e das lentes enquanto outros são encaminhados para a cirurgia refrativa, que torna o formato da córnea arredondada, deixando-a dentro dos padrões.

O uso tanto das lentes de contas quanto dos óculos levam em conta a tolerância do paciente. Alguns não se adaptam à lente de contato, tendo então que usufruir da correção ocular por meio dos óculos. Ao sentir sintomas de desconforto relativos à visão, consulte o seu oftalmologista.