A vida é melhor de óculos

8% OFF PAGAMENTO POR PIX

Frete Grátis nas compras acima de R$149

Olá,Bem vindo!
Conta e pedidos
Cliente novo?Cadastre-se

Ir para Carrinho

Adicionado com sucesso!

O exciclodesvio é um dos problemas da visão apresentada de forma mais frequente em crianças, trata-se de um tipo de estrabismo. O estrabismo é uma alteração ocular que se caracteriza pela perda do paralelismo dos olhos, no caso do exciclodesvio acontece um desvio torcional, onde o meridiano vertical da córnea, quando o olho gira se inclina para o lado da orelha. Os exciclodesvios podem ser de dois tipos exciclotropia, se manifesto ou excicloforia, se latente. 

O estrabismo e seus variados tipos é causado pelo desalinhamento dos músculos oculares. A causa precisa deste desalinhamento pode se dar por uma predisposição familiar, mas também há casos em que esta predisposição não se aplica. O que determina o tipo de estrabismo é a função do músculo afetado. No caso, os músculos responsáveis pelo movimento do globo ocular para direita/esquerda não estão "alinhados" com os demais e apresenta-se o desvio que aponta o olho para o lado da orelha.

Não há cura espontânea para o estrabismo e as diversas formas em que ele se apresenta, mas existem tratamentos e o principal objetivo destes é preservar a visão, colocar os olhos de forma paralela e recuperar a chamada visão binocular.

O tratamento varia de acordo com a forma com que o problema se apresenta. As etapas do tratamento podem ser cirúrgica, através de colírios específicos, o erro refracional também pode ser corrigido através de óculos de grau ou uso de oclusão de um olho para tratar a ambliopia. Atualmente está em desenvolvimento uma nova forma de tratamento a partir da aplicação da toxina botulínica do tipo A. Este tratamento produz uma paralisia temporária do músculo.

Por ser mais frequente em crianças este e todos os outros tipos de estrabismo devem ser diagnosticados e acompanhados de forma rápida e intensa de forma que o diagnóstico e o tratamento sejam mais eficazes e satisfatórios, por isso é sempre importante consultar regularmente um oftalmologista para que tanto os diagnóstico quanto os tratamentos administrados sejam altamente eficazes e rapidamente sanadas.