A vida é melhor de óculos

8% OFF PAGAMENTO POR PIX

Frete Grátis nas compras acima de R$149

Olá,Bem vindo!
Conta e pedidos
Cliente novo?Cadastre-se

Ir para Carrinho

Adicionado com sucesso!

Entende-se por biometria o estudo de características físicas de seres vivos. Atualmente, o termo passou a ser aplicado a estudos de partes do corpo e é utilizado principalmente por sistemas de identificação criminal, já que a íris dos olhos, por exemplo, é uma impressão única que identifica seu portador e não pode ser forjada.

Com o constante interesse pela biometria, o estudo dos olhos tornou-se destaque sobretudo para identificar quais são as principais características físicas e partes do globo ocular. Resumidamente, o globo ocular é composto por oito componentes: córnea, íris, cristalino, retina, coroíde, humor vítreo, humor aquoso e esclera.

A córnea é uma membrana localizada na frente da íris, com a função principal de permitir a entrada de luz no olho e assegurar a formação da imagem na retina. Já a íris, também conhecida como pupila, controla a quantidade de luz que entra nos olhos. Em ambientes com muita luz a pupila tende a se fechar enquanto em locais escuros ela se abre. A íris, por ter uma impressão única, é um dos componentes mais utilizados em estudos de biometria do globo ocular associado à identificação criminal, depois da impressão digital.

O cristalino é uma lente biconvexa que tem a função de focar a luz na retina, que por sua vez, transforma a luz em estímulos nervosos que geram a visão/imagem. A retina é repleta de terminações nervosas e células fotorreceptoras, que auxiliam na obtenção de uma visão nítida.

Já a coroíde é uma camada cheia de vasos sanguíneos responsável por nutrir a retina. Essa mesma função de nutrição também é desempenhada pelo humor aquoso e vítreo, mas neste caso, a córnea e o cristalino é que são nutridos. O humor aquoso, aliás, também está associado à regulagem da pressão interna do globo ocular.

Por último está a esclera, também conhecida como esclerótica ou branco do olho. A esclera tem a função primordial de proteger todas as estruturas do globo ocular e garantir seu perfeito funcionamento.