Kit Prove em Casa

Prove 4 óculos por 4 dias

Fechar
    Blog
    Tô de Olho

    Como saber se um óculos é original e no que prestar atenção?

    Quando vai comprar óculos novos, você sabe identificar se determinado modelo é original ou falsificado? Então, leia este blogpost e aprenda o que você deve observar antes de comprar os seus!

    Saber identificar os sinais que indicam um produto falsificado é essencial para acertar na escolha

    Além de serem um charme e darem um up no visual, os óculos, sejam eles de sol ou de grau, também são itens necessários para muitas pessoas. Afinal, trata-se de um acessório que visa proteger os olhos dos raios solares e a corrigir a visão.

    Exatamente pelas funções que eles têm, é fundamental adquiri-los em sua versão original, já que os falsificados, embora tenham preços mais baixos, não garantem um bom custo-benefício. Assim, é preciso estar atento a alguns detalhes para identificar quando os óculos são verdadeiros e quando eles são falsos.

    Ficou curioso? Então, continue a leitura e aprenda como saber se um óculos é original!

    Por que garantir sempre óculos originais?

    Quem se preocupa com a própria saúde e com o bolso deve preferir sempre os óculos originais. Isso porque estamos falando da proteção que os olhos merecem, além de um investimento importante.

    No caso dos óculos de sol, apenas os modelos verdadeiros garantem o real bloqueio dos raios UV, impedindo que a pupila receba-os diretamente, o que, a longo prazo, pode prejudicar os seus olhos. Já no caso das armações com grau, os produtos originais garantem que a lente é adequada à correção que a sua visão precisa. Ela também é mais resistente, principalmente por ter sido fabricada com componentes de qualidade.

    Além disso, ao adquirir óculos originais, você se assegura de que está investindo em uma mercadoria de alto padrão e com durabilidade maior, proporcionando um bom custo-benefício. Tal fator é ainda mais importante quando se considera que tanto os modelos de sol quanto os de grau, que são um acessório de muito uso.

    Portanto, a chance de ele cair no chão ou sofrer impactos é grande, o que exige resistência do material do qual é feito.

    Como saber se um óculos é original?

    Depois de compreender a importância de prezar sempre por óculos originais, algumas dúvidas devem estar na sua cabeça: como saber se um óculos é original? Quais detalhes devo observar na hora de escolher? Vamos analisar cada um deles detalhadamente.

    Acabamento

    Quando se trata de um produto original, de início, pode-se identificá-lo pelo seu acabamento. Verifique se a armação não tem rebarbas e que as pinturas sobre a sua superfície estão intactas, sem manchas ou falhas — ela também deve estar sem irregularidades.

    Havendo algum desses defeitos, desconfie de que os óculos podem ser falsificados, pois, por serem produzidos em larga escala, tais aspectos podem passar despercebidos pelos seus fabricantes. Por outro lado, as empresas que fabricam os originais realizam uma severa inspeção no produto final para garantir a qualidade no resultado.

    Lentes

    As lentes dos óculos originais novos são límpidas, transparentes (no caso dos de grau), sem arranhões e não distorcem as imagens que chegam aos olhos. Por outro lado, nos falsificados, é possível encontrar algum desses defeitos, sendo que eles podem causar até mesmo enjoo, dor de cabeça, tontura e mal-estar em quem os utiliza. Além disso, como já mencionado, em relação aos óculos de sol, a proteção UV somente é garantida nas peças verdadeiras.

    Marcação

    Os óculos originais podem ser identificados também pela qualidade da marcação da logo presente na sua estrutura. Ela deve estar completa, não podendo haver falhas ou estar borrada, por exemplo.

    No caso dos produtos falsificados, você pode observar que a impressão do nome da marca sai com facilidade, devido à má qualidade da tinta utilizada em sua fabricação. Ainda, a logo pode estar presente em várias partes do acessório, para tentar reforçar que se trata de uma versão original, o que não ocorre quando ele é verdadeiro.

    Detalhes

    Alguns detalhes, se bem observados, podem indicar se os óculos são originais. Afinal, os falsificados apresentam as cores em tons diferentes em relação àqueles, em razão da matéria-prima de qualidade inferior.

    Também é importante observar as partes metálicas do produto, principalmente a que fica localizada nas dobras da armação, chamadas de charneiras. Se elas forem frágeis, feias e rígidas, impedindo que as hastes dos óculos se abram e se fechem com facilidade, isso é um sinal de que eles não são verdadeiros.

    Embalagem

    A embalagem que armazena os óculos também é um indicativo se ele é original ou não. Se for, o acessório virá, no caso dos Ray-Ban, por exemplo, em uma bolsinha de couro e com a logo da marca prensada no botão. Para os modelos da Dolce & Gabbana, o produto deverá vir armazenado em uma caixa resistente, em formato triangular.

    Portanto, desconfie se a mercadoria vier acompanhada de sacos plásticos, ou em bolsinhas com qualidade inferior. A logo da marca também pode vir com defeitos e irregularidades no caso de embalagens dos produtos falsificados e eles estarão desacompanhados de folhetos informativos ou certificado de garantia.

    Código de barras

    O código de barras é a identidade de um produto. Por isso, cada um tem o seu e, se ele for verdadeiro, a peça virá acompanhada de um selo contendo a identificação, além de informações relacionadas ao modelo, à cor e ao tamanho do acessório. Fique de olho nisso, pois as versões falsificadas geralmente não têm código de barras.

    Quais são os riscos de usar óculos falsificados?

    Ao contrário dos originais, os óculos falsificados oferecem riscos para os seus olhos. Isso porque, como visto, a qualidade das lentes geralmente não é boa, prejudicando a sua visão ou causando desconfortos. No caso dos óculos de sol, deve-se pensar na proteção contra raios UV, a qual, uma vez ausente, pode originar problemas como a catarata no futuro.

    Outro fator que faz com que os acessórios não originais não valham a pena é a menor durabilidade deles. Como são feitos com matéria-prima mais barata, eles são menos resistentes, o que faz com que durem menos. Ou seja, trata-se verdadeiramente de um “barato que sai caro”.

    Sendo assim, ainda que os óculos sejam utilizados pelas pessoas como um item a mais na produção, não se pode esquecer que eles têm outras funções, relacionadas à saúde dos olhos. Assim, ao adquirir um desses acessórios para proteção contra os raios solares ou para melhorar a visão, é preciso estar sempre atento aos detalhes e colocar em prática as dicas dadas sobre como saber se um óculos é original.

    Para isso, você deve analisar o acabamento, as lentes, a marcação, os detalhes, a embalagem e a presença do código de barras. Se todos esses fatores atenderem ao que se pode esperar de um produto verdadeiro, compre com segurança.

    Por outro lado, se o produto pecar em algum dos requisitos, evite comprá-lo, pois, como visto, estamos falando de questões relacionadas à sua saúde e ao bom uso do seu dinheiro. Pense nisso!

    Essas dicas foram úteis para você? Então, compartilhe-as nas redes sociais para que os seus amigos também saibam como identificar se os óculos são originais antes de comprá-los!